Pesquisa da UFMG descobre tratamento para a gota

E-mail Imprimir PDF
Quem bebe muito e consome excessivamente alimentos gordurosos deve conhecer a temida gota. Trata-se de uma resposta inflamatória nas articulações, causada por cristais de ácido úrico. A artrite gotosa, como é chamada, causa dor intensa, inchaço e vermelhidão. Se não for tratada, essa enfermidade genética pode provocar sérias restrições na qualidade de vida dos doentes.

Para quem sofre com esse problema, o estudo realizado pela professora Angélica Thomaz Vieira, do departamento de Bioquímica e Imunologia do Instituto de Ciências Biológicas da UFMG, demonstrou que uma dieta rica em fibras faz reduzir a formação dos cristais de ácido úrico em camundongos.
Os animais que consumiram muitas fibras ou ácidos graxos de cadeia curta apresentaram melhor resposta à inflamação.
Os camundongos foram alimentados durante 14 dias com dieta enriquecida de um tipo de fibra solúvel (pectina) muito encontrada na casca de frutas cítricas e em alguns legumes. Durante esse tempo, foi realizada uma avaliação da inflamação no joelho dos animais logo depois da indução da gota, que se deu com a injeção de cristais de ácido úrico no local, e outra 16 horas após esse procedimento.
Leia mais...
 

Sensação de dormência e formigamento no corpo?

E-mail Imprimir PDF
A neuropatia usualmente começa com uma sensação de queimação ou formigamento nas extremidades do corpo, como dedos das mãos e dos pés. Alguns pacientes relataram perda de sensibilidade nas pontas dos dedos, após serem submetidos a um teste no qual utilizavam meias finas nos pés ou luvas nas mãos.

Os sintomas, porém, podem variar de acordo com cada indivíduo. Há três tipos de nervos que podem ser afetados pela doença - os sensoriais, os motores e o sistema nervoso autônomo. Veja as descrições abaixo.
Nervos sensoriais
São responsáveis por coletor as informações sensitivas ao corpo, como toque, por exemplo. Se a neuropatia atingir esse sistema, podem ocorrer sintomas como:
- sensação de dormência e formigamento nas mãos e nos pés, que podem se espalhar para braços e pernas;
- dores agudas, como se fossem choques, e sensação de queimação;
- extrema sensitividade ao toque;
- problemas de coordenação.
Leia mais...
 

Paralisia facial acomete 80 mil pessoas por ano no Brasil

E-mail Imprimir PDF
A paralisia facial é uma condição frequente e pode ser decorrente de uma doença como o AVC, um tumor ou meningite, de um trauma ou causada por vírus.
A Paralisia de Bell é a mais comum, é causada pelo vírus herpes e algumas situações que o despertam, como trocas bruscas de temperatura e estresse. O nervo inflama e para de mandar estímulo aos músculos, por isso, a paralisação dos movimentos. Como o nervo facial também é responsável por outras funções, sintomas como modificação do gosto, boca torta e zumbido no ouvido podem ocorrer.
Reabilitação – O mais importante na reabilitação é a rapidez com que o paciente procura atendimento. O ideal é que em até 4 dias, a partir dos primeiros sintomas, a pessoa inicie o tratamento.
Em geral, a reabilitação da Paralisia de Bell é simples. Após avaliação médica é indicado o corticoide e/ou antiviral. Exercícios com fonoaudióloga e fisioterapia podem ser indicados.
O que não fazer – Terapia com eletrochoque é completamente contraindicada, está comprovado que sequelas de espasmos e contratura muscular podem surgir por conta dos choques. Os exercícios de encher bexiga e ficar usando canudo entram na mesma categoria, por forçarem muito a musculatura, eles podem dar espasmos e contraturas.
Leia mais...
 

Banho frio realmente bom para a pele, cabelo e metabolismo?

E-mail Imprimir PDF
Prega a sabedoria popular que um banho frio faz bem para o cabelo, a pele, o metabolismo e até mesmo o humor. Segundo informações do site americano Health.com, de todas as tendências de beleza, o “banho frio” domina o Pinterest –  rede social que permite  o compartilhamento de fotos e vídeos em ‘murais’ virtuais . Segundo a plataforma, 75% das buscas sobre tendências de beleza são sobre isso. Mas será que uma simples água fria é tudo isso mesmo? Talvez.

Beleza
Primeiro, vamos falar dos possíveis benefícios de beleza da prática. Segundo a dermatologista Jessie Cheung, em entrevista ao Health.com, “o frio vai fechar as cutículas abertas e bloquear a umidade para evitar quebra”.
Em relação à pele, a água fria inicialmente ajudará a contrair os vasos sanguíneos, isso irá temporariamente fechar os poros e diminuir a vermelhidão e o inchaço. Além disso, temperaturas mais baixas aumentam a circulação (é maneira do seu corpo se manter quente), o que se reflete em um rosto com um brilho saudável, por exemplo.
Leia mais...
 

Febre amarela urbana e silvestre: qual a diferença?

E-mail Imprimir PDF
A febre amarela é largamente conhecida por todos nós, brasileiros. Sabemos que é causada por um vírus, inoculado em nosso corpo pela picada de um mosquito. Sabemos que tem uma vacina bastante eficaz e sabemos também que pode ser uma doença mortal. Sabemos bastante.
Mas só isso não é suficiente saber. Por que? Porque de tempos em tempos a febre amarela volta a nos assombrar com notícias de reincidência e mortes. É o que está acontecendo agora em algumas regiões do Brasil, principalmente na região de Minas Gerais, onde até o final da última semana havia 133 casos suspeitos e 38 óbitos. Precisamos saber um pouco mais. Vamos às principais dúvidas:
Fala-se em febre amarela urbana e silvestre: é a mesma doença ou são vírus diferentes? Por que diz-se que o surto atual é de febre amarela silvestre?
O vírus que causa a febre amarela urbana ou a silvestre é exatamente o mesmo. Isso significa que os sinais, sintomas e evolução da doença são exatamente os mesmos. Tudo igual. Qual é a diferença, então?
Leia mais...
 

Testosterona - O hormônio da moda

E-mail Imprimir PDF
A frase em inglês pode ser lida em cartazes espalhados nos ônibus e trens do metrô do Reino Unido.
E entre as várias respostas para acabar com o cansaço constante de homens e mulheres que surgiram nos últimos anos, uma delas virou moda: injeções de testosterona, o hormônio masculino.
A moda é tamanha que um médico, Nick Panay, da Real Associação de Obstetras e Ginecologistas do Reino Unido, defendeu que a substância seja administrada gratuitamente, em mulheres, pela rede de saúde pública.
De acordo com Panay, se for aplicada em pequenas doses, a testosterona não só ajuda a reativar a energia do corpo, como aumenta o apetite sexual das mulheres.
"Uma em cada três mulheres no país sofre com a falta de desejo sexual e isso pode ser aliviado com um suplemento de testosterona", argumentou o médico, durante uma conferência científica em Harrogate, no norte do país.
Leia mais...
 

Remédio para artrite pode acabar com a calvície

E-mail Imprimir PDF
Mike Thomas,de 47 anos, é um dos pacientes com alopecia areata, submetidos ao tratamento com o medicamento para artrite. Em apenas 7 meses ele conseguiu recuperar boa parte de seu cabelo. (Dr. Brett King at Yale/University/Medicamento para artrite pode acabar com a calvície)
Um medicamento para artrite reumatoide pode ser a solução para acabar com a calvície. De acordo com um estudo publicado recentemente no periódico científico Journal of Clinical Investigation Insight, pacientes com alopecia areata, uma doença auto-imune que provoca a queda de pelos, incluindo o cabelo, submetidos a um tratamento com  Xeljanz, prescrito para pessoas com artrite reumatoide, outra doença auto-imune, conseguiram recuperar o crescimento do cabelo.
No estudo, pesquisadores das universidades de Stanford e Yale, ambas nos Estados Unidos, prescreveram um tratamento com Xeljanz para 66 pacientes com alopecia areata. Durante três meses os participantes tomaram duas doses por dia de 5 mg do medicamento. Após esse período, mais de 50% dos pacientes apresentaram crescimento do cabelo e um terço deles conseguiu recuperar mais da metade do cabelo perdido até então. Em outro estudo, dos 12 pacientes com o mesmo problema tratados com um medicamento similar aprovado para  câncer, nove recuperaram mais de 50% do crescimento do cabelo, segundo informações da rede americana CNN.
Leia mais...
 

Baixo consumo de água aumenta risco de obesidade

E-mail Imprimir PDF
Faz tempo que a ciência conhece os benefícios do consumo de água para uma boa saúde. Agora, um novo estudo sugere que até a obesidade pode estar relacionada à ingestão inadequada do líquido. De acordo com a pesquisa, publicada recentemente no periódico científico Annals of Family Medicine, pessoas que tomam pouca água diariamente correm um risco 50% maior de ficar acima do peso, em comparação com aquelas que ingerem a quantidade ideal.
Pesquisadores da Universidade do Michigan, nos Estados Unidos, analisaram 9.528 adultos, com idade entre 18 e 64 anos, participantes de uma pesquisa nacional realizada pelo Centro de Prevenção e Controle de Doenças dos Estados Unidos (CDC, na sigla em inglês). Os dados incluíam informações sobre a dieta, ingestão de água e nível de hidratação dos participantes, medido por meio da concentração da urina.
Os resultados mostraram que cerca de 33% dos participantes não estavam adequadamente hidratados. Além disso, as pessoas que estavam desidratadas tendiam a ter um índice de massa corporal (IMC) maior do que as hidratadas. De acordo com os autores, embora a associação entre hidratação e peso não esteja clara, ela vai de encontro às recomendações atuais que afirmam que manter-se hidratado pode ajudar a perder peso, já que, muitas vezes, o corpo interpreta a sensação de sede como fome.
Leia mais...
 

'Segunda pele' criada por cientistas

E-mail Imprimir PDF
O material, desenvolvido por pesquisadores de Harvard e do MIT, promete reduzir temporariamente a flacidez da pele e eliminar as bolsas abaixo dos olhos.
Cientistas americanos desenvolveram uma "segunda pele" que reduz temporariamente a flacidez da cútis e elimina bolsas nos olhos. A descoberta foi publicada na segunda-feira no periódico especializadoNature Materials.

O material de polímero transparente foi desenvolvido por pesquisadores do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT, na sigla em inglês) e de Harvard, nos Estados Unidos, e pode oferecer não só benefícios cosméticos, mas também proteger peles sensíveis de eczemas e dermatite.
"É uma camada invisível que pode funcionar como uma barreira e oferecer melhorias cosméticas", disse o pesquisador Daniel Anderson, professo-adjunto no departamento de Engenharia Química do MIT.
Leia mais...
 


Pagina 1 de 22

Publicidade

Facebook

Publicidade

Banner DL Gráfica

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Enquete

Falhas de memória são comuns, mas alguns sinais mostram se isso pode ou não ser um problema. Você se preocupa quando nota que esqueceu algo?
 

Quem está Online

Nós temos 2387 visitantes online