Home Urologia Sangue na Urina e no Esperma

Sangue na Urina e no Esperma

E-mail Imprimir PDF
Sangue na Urina

A presença de sangue na urina, também chamada de hematúria, não é uma doença, porém pode ser sinal de alguma. A hematúria divide-se em macroscópica (visível) (urina  vermelha ou avermelhada)  e microscópica ( urina com coloração normal, pois a quantidade de sangue é tão pequena que só é vista com auxílio de microscópio).
 
O sangramento do trato urinário pode ir e vir, mesmo em casos mais sérios, portanto um médico deve ser consultado imediatamente se algum sangue for detectado na urina, mesmo que uma só vez.

A hematúria microscópica só vai ser detectada em um exame de urina, porém a constatação de sangue na urina, visível ou microscópica, requer exames complementares para que se descubra a causa.
 
Às vezes, pessoas com trato urinário normal apresentarão algumas hemácias (células sanguíneas vermelhas) na urina. Caso o número de hemácias seja superior a três, em dois exames independentes, uma hematúria microscópica será constatada e, conseqüentemente, exames complementares far-se-ão necessários.

Causas:
 
São muitas e distintas as causas de uma hematúria - em cerca de 25% dos pacientes a causa é uma doença que pode ser séria. Listam-se, a seguir, os fatores que mais comumente causam a presença de sangue na urina:
  • Litíase ou cálculo urinário (principalmente renal e uretral);
Cistites:
  • Infecção de bexiga acompanhada de dor durante a micção e frequente necessidade de urinar. É mais Frequente em mulheres do que em homens;
  • Câncer em qualquer parte do trato urinário;
  • Hiperplasia Prostática Benigna (HPB), que é o aumento da próstata;
  • Ferimento, contusão: uma pancada muito forte nas costas ou na lateral do tronco pode ofender os rins e causar uma hemorragia. Exercícios muito vigorosos ou corridas de longa distância podem irritar os rins e causar hematúria;
Medicamentos:
 
remédios que afinam o sangue, como anticoagulantes, medicamentos contendo aspirina e antiinflamatórios não esteróides e não hormonais (usados para tratar artrite ou para aliviar a dor) também podem provocar hematúria;

Alimentos:
 
Alguns alimentos, como a beterraba, tornam a urina avermelhada devido aos fortes pigmentos que contém;
Problemas básicos de saúde;

Idade e hematúria:
 
De recém nascidos até 6 anos de idade Hematúria visível é algo raro nesta fase da vida. Quando ocorre é provavél que seja por problemas na coagulação sanguínea, infecções no trato urinário, defeitos de nascimento ou problemas renais.
Jovens de até 20 anos de idade Hematúria visível é algo raro nesta fase da vida. Quando qualquer forma de hematúria ocorre, a causa mais provável é uma infecção renal causada por bactérias streptocócicas.

Entre os 20 e 40 anos de idade Hematúria visível é normalmente resultante de infecções em alguma parte do trato urinário. Tumores de bexiga ou cálculos são possíveis causadores.

Entre os 40 e 60 anos de idade Entre as causas sérias, os tumores de bexiga são as mais frequentes, seguidos de cálculos e inflamações. As chances de uma hematúria significar algum problema urinário grave aumenta significativamente depois dos 50 anos. Em homens, problemas de próstata são frequentes causadores de hematúria.

Depois dos 60 anos de idade Em homens: lesões ou aumento da próstata;Em homens e mulheres: tumores de bexiga e infecções urinárias são as causas mais frequentes.

Caso o sangue na urina seja constatado, o médico fará, além do exame físico, várias perguntas a respeito da saúde do paciente. Talvez seja possível descobrir a causa da hematúria sabendo-se quando e como ela ocorre.

Por exemplo, se o sangue aparece somente no início da micção, o problema provavelmente localiza-se na uretra. Caso o sangue esteja presente só nos últimos pingos, é provável que a causa esteja na próstata ou no colo da bexiga. Quando o sangue aparece durante a micção, o problema deve estar na bexiga, no ureter ou em um rim.

Coágulos grandes e densos, sugerem um problema de bexiga, enquanto a ausência de coágulos sugere um problema no rim ou no ureter.

Sangue no esperma

Hematospermia ou presença de sangue no esperma ejaculado, acomete homens das mais variadas faixas etárias. Na grande maioria das vezes esta alteração do ejaculado ocorre sem sintoma algum, isto é, a ejaculação acontece normalmente e o indivíduo ou sua parceira(o) nota a cor anormal do líquido espermático, que pode ser do róseo ao vermelho amarronzado, com coágulos presentes ou não.
O fato de ocorrer sem maiores sintomas como dor ou ardor uretral, preocupa profundamente o homem, que fica abalado com esta emissão sanguinolenta, interpretada como sinal de coisa ruim, sendo o "câncer" a maior preocupação relatada no consultório.

Durante a consulta, procuramos acalmar o cliente e ressaltar uma verdade sobre este sinal : "intrigante mas pouco preocupante".

A grande maioria das hematospermias acaba sem diagnóstico preciso. Para o cliente salientamos alguns fatores que podem estar envolvidos, como por exemplo a abstinência sexual prolongada.

Para tranquilidade do urologista, devemos proceder a um exame físico completo antes de solicitar exames de imagem e de laboratório. Esta gama de exames servirá também para tranquilizar ainda mais nosso cliente, que procura uma causa para o ocorrido.

Raramente necessitamos "tratar" a hematospermia, que cede naturalmente como veio. Nestes casos a orientação do urologista é o melhor remédio.
 

Publicidade

Facebook

Publicidade

Banner DL Gráfica

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Anuncie aqui

Seu anúncio aqui!
Produtos, serviços e clínicas. Anuncie na sua especialidade. Confira!

Vídeo da Semana

Enquete

Falhas de memória são comuns, mas alguns sinais mostram se isso pode ou não ser um problema. Você se preocupa quando nota que esqueceu algo?
 

Assine / RSS

Quem está Online

Nós temos 82 visitantes online