Canela e pé são as maiores vítimas da corrida

E-mail Imprimir PDF
Canela, calcanhar e planta do pé são as maiores vítimas do impacto que ocorre na corrida --e não os joelhos, tão lembrados quando se fala em lesão de atletas.
É o que revela estudo pioneiro da Universidade Cidade de São Paulo publicado na "Sports Medicine", da Nova Zelândia, revista que lidera o ranking internacional de publicações sobre ciência do esporte feito pelo "Journal Citation Reports".
Para chegar a esse resultado, os pesquisadores analisaram 2.924 artigos. "Revisamos todas as pesquisas que descreveram as principais lesões em corredores", diz Alexandre Dias Lopes, fisioterapeuta, professor da Unicid e coordenador de um grupo de pesquisas sobre o tema.
Leia mais...
 

Adolescentes terão cirurgia de obesidade no SUS

E-mail Imprimir PDF
A idade mínima para realizar as cirurgias bariátricas na rede pública vai cair dos atuais 18 anos para 16.
A proposta é seguir os mesmos critérios de indicação da cirurgia usados com os adultos --quando o IMC (índice de massa corporal) está acima de 40, ou a partir dos 35, desde que a pessoa tenha doenças associadas à obesidade.
Entre adultos, a frequência da cirurgia no SUS cresceu 43% entre 2009 e 2011, segundo o Ministério da Saúde.
E vai crescer mais, dizem especialistas, após o governo ter retirado do mercado, em dezembro, uma fatia grande dos inibidores de apetites.
O ministério usa dados de um estudo feito há três anos pela pasta e pelo IBGE para justificar sua preocupação. Entre 2008 e 2009, 21,7% dos jovens entre dez e 19 anos estavam acima do peso.
Leia mais...
 

De bem com a vida: Spa Week chega a BH

E-mail Imprimir PDF

Spa Week, evento que democratiza saúde, beleza e bem-estar, chega a sua segunda edição em Minas

Para os que frequentam Spas com objetivo de agregar mais qualidade de vida ao seu dia a dia e não apenas com foco na estética, chega a Minas Gerais, a segunda edição do Spa Week Beleza & Bem-Estar.

O evento, realizado pela ABC Spas (Associação Brasileira de Clínicas e Spas), começa no dia 22 de Setembro e vai até 6 de Outubro reunindo 15 Spas e clínicas de bem-estar localizados em Belo Horizonte, Itabirito e Juiz de Fora.

Cada clínica e spa participante vai oferecer três de suas terapias com preços mais acessíveis. Os interessados podem buscar informações como a lista de spas participantes e serviços oferecidos no site www.spaweek.com.br. As reservas podem ser feitas em contato com as próprias clínicas a partir do dia 17/09. Em Minas, todos os participantes terão os três tratamentos com o custo de R$65,00 (cada), não importando o valor original da terapia.

Leia mais...
 

Exigir cheque caução para atendimento médico de urgência é proibido

E-mail Imprimir PDF
Lei de autoria dos ministérios da Saúde e da Justiça, altera o Código Penal de 1940 e tipifica a exigência como crime de omissão de socorro.
Atualmente, a prática de exigir cheque caução já é enquadrada como omissão de socorro ou negligência, mas não existia uma referência expressa sobre o não atendimento emergencial.
O Código Penal passa a vigorar nos termos do Artigo135-A acrescido ao Decreto-Lei no 2.848, de 7 de dezembro de 1940 - Código Penal, que estipula pena de detenção de três meses a um ano e multa para os responsáveis pela prática de exigir cheque caução, nota promissória ou qualquer garantia, inclusive o preenchimento prévio de formulários administrativos, como condição para o atendimento médico-hospitalar emergencial. A pena pode ser aumentada até o dobro, se da negativa de atendimento resultar lesão corporal de natureza grave, e até o triplo se resultar morte.
Os hospitais particulares ficam obrigados a afixar, em local visível, cartaz ou equivalente, com a seguinte informação: "Constitui crime a exigência de cheque caução, de nota promissória ou de qualquer garantia, bem como do preenchimento prévio de formulários administrativos, como condição para o atendimento médico-hospitalar emergencial, nos termos do Artigo 135-A do Decreto-Lei no 2.848, de 7 de dezembro de 1940 - Código Penal."
O Poder Executivo regulamentará o disposto nesta lei, que entra em vigor hoje. A proposta foi apresentada pelo governo federal um mês após a morte do secretário de Recursos Humanos do Ministério do Planejamento, Duvanier Paiva Ferreira, 56 anos, vítima, em janeiro passado, de um infarto depois de ter procurado atendimento em dois hospitais privados de Brasília. Segundo a família, as instituições teriam exigido cheque caução.
 

Funed desenvolve exaguante contra os males da boca

E-mail Imprimir PDF
Composta da mistura de substâncias colhidas das árvores, do pólen e das secreções das próprias abelhas, a própolis é produzida por elas para proteção. "É um produto natural que os insetos usam na colmeia para se defender contra micro-organismos.

E a gente fez dele exatamente o mesmo, ou seja, um medicamento para nos defendermos”, ensina a pesquisadora Esther Margarida Bastos.

Bióloga, entomologista e especialista em abelhas, Esther tem nos produtos de abelha sua linha de pesquisa, desenvolvida no Laboratório de Serviços de Recursos Vegetais e Opoterápicos da Fundação Ezequiel Dias (Funed), em Belo Horizonte. “Opoterápicos são os produtos que vêm de animais", esclarece a pesquisadora.
Leia mais...
 

Boa notícia para os portadores de ceratocone

E-mail Imprimir PDF
“Recuperei a minha visão em 100%. Se antes não enxergava a placa do carro na minha frente, hoje já consigo ver quem é o motorista. A mudança no meu dia a dia foi total”, conta a paciente Janice Ribeiro, que recentemente passou a fazer uso das lentes esclerais para o tratamento de ceratocone.

Ainda pouco conhecida no Brasil, essas lentes surgiram nos Estados Unidos há três anos, desenvolvida pela Universidade do Colorado, como uma importante opção para reabilitação visual.

Pioneiro no uso das lentes esclerais em Belo Horizonte, o oftalmologista Leonardo Gontijo, diretor da Oftalmológica Laser e assistente da Clinica de Olhos da Santa Casa de BH no setor de Córnea, Lentes de Contato e Cirurgia Refrativa, explica que as lentes podem corrigir diversos problemas da córnea, entre eles o ceratocone.
Leia mais...
 

Nova técnica prevê ataque do coração

E-mail Imprimir PDF
Forte dor no peito, suor frio, falta de ar e azia. Diante desses sintomas, muitas pessoas correm para o pronto-socorro temendo sofrer um infarto. As avaliações de praxe, como eletrocardiograma e aferição da pressão sanguínea, porém, não indicam nada de anormal.

O paciente vai para casa e, poucos dias depois, pode morrer. Há ainda aqueles que são pegos de surpresa: uma em cada três vítimas do problema sequer apresenta sintomas. Fatores como esses fazem com que médicos e cientistas busquem sinais mais claros, que permitam identificar com antecedência a iminência de um ataque cardíaco.

Foi o que conseguiu uma equipe de pesquisadores de três instituições americanas. Eles desenvolveram uma metodologia que prevê a ocorrência do infarto com até duas semanas de antecedência.
Leia mais...
 

Manchas não têm cura, mas tratamento evoluiu

E-mail Imprimir PDF
É o sol se atrever a brilhar mais forte para elas fazerem o corpo de vitrine. Nesse caso, ninguém acha a menor graça em sair por aí desfilando manchas. Claras, escuras ou de nascença, basta um ponto destoando na pele para abalar a autoestima de muita gente e provocar uma corrida aos consultórios dermatológicos.

É a decisão acertada. Apesar de os tratamentos terem motivação estética, toda pessoa, principalmente de pele clara, que toma sol, mesmo que indiretamente durante trajetos ao ar livre, inevitavelmente verá as manchas evoluírem para rugas. Em alguns casos, até para um câncer de pele. E não é nenhuma novidade que o sol, mais uma vez, é o vilão.
Leia mais...
 

Álcool em excesso faz cérebro encolher

E-mail Imprimir PDF
Os malefícios do álcool já foram tão amplamente difundidos que poucas pessoas podem dizer que não os conhecem.

Recentemente, o Departamento de Energia do Laboratório de Brookhaven, nos Estados Unidos, descobriu mais um: segundo uma pesquisa que será publicada na edição de maio do jornal especializado Alcoholism: Clinical and Experimental Research, exagerar na dose pode fazer com que o cérebro encolha.

De acordo com o estudo, indivíduos com baixas taxas de dopamina D2, que atuam na área de “recompensa” do cérebro, podem estar mais vulneráveis ao vício – enquanto que taxas elevadas do neurotransmissor podem proteger o órgão contra os efeitos da bebida.
Leia mais...
 


Pagina 7 de 23

Publicidade

Facebook

Publicidade

Banner DL Gráfica

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Enquete

Falhas de memória são comuns, mas alguns sinais mostram se isso pode ou não ser um problema. Você se preocupa quando nota que esqueceu algo?
 

Quem está Online

Nós temos 268 visitantes online