Aulas de spinning podem prejudicar a audição

E-mail Imprimir PDF
É preciso encontrar prazer nas atividades do cotidiano, para se manter motivado e determinado. Não só para as obrigações, como estudar ou trabalhar, mas também para as optativas, como a prática de atividades físicas. Cientes disso, professores de spinning recorrem a uma fórmula infalível: usar a música como grande aliada.

Ela distrai o praticante durante a aula do cansaço, dor ou tensão psicológica, determinando a cadência dos movimentos e a intensidade da atividade. Além disso, estimula os alunos. Porém, esse gás todo pode ser um tiro pela culatra, já que o som muitas vezes atinge altíssimos níveis de decibéis, podendo dar origem à perda auditiva induzida por ruído (Pair).
Leia mais...
 

Americanos aprovam nova droga contra obesidade

E-mail Imprimir PDF
Um painel de especialistas da FDA (agência de controle de alimentos e medicamentos dos Estados Unidos) recomendou nesta quarta-feira a aprovação do Qnexa, um novo remédio contra a obesidade. A FDA não é obrigada a seguir as orientações do painel de especialistas, mas geralmente acata suas sugestões.

Por 20 votos contra 2, o painel recomendou à FDA que aprove a venda do Qnexa, revertendo sua última avaliação, em 2010, que rejeitou o medicamento por razões de segurança.
Fabricado pela empresa de biotecnologia da Califórnia Vivus, o Qnexa é a primeira droga contra a obesidade apresentada à FDA em mais de dez anos.
Leia mais...
 

Cientistas restauram tecidos cardíacos mortos

E-mail Imprimir PDF
Quando uma pessoa sofre um infarto, o fluxo sanguíneo não vai para o tecido do coração e, consequentemente, não manda oxigênio para as células do local. Essa obstrução, com o passar do tempo, causa a morte celular.

Para substituir as estruturas destruídas, o organismo cria uma cicatriz no local. Isso faz com que o órgão aumente de tamanho – para que continue a trabalhar corretamente mesmo com uma parte “inativa” –, o que faz com que o paciente corra o risco de sofrer arritmias e insuficiência cardíaca (quando o coração não consegue bombear o sangue adequadamente).

Médicos do Instituto do Coração Cedars-Sinai, nos Estados Unidos, encontraram uma possível solução para esse problema.
Leia mais...
 

Labirintite: aprenda enfrentar crises de tontura

E-mail Imprimir PDF
A tontura é uma sensação muito comum para quem sofre de labirintite. Esse é um problema que afeta o labirinto, uma região que fica dentro do ouvido e é essencial ao equilíbrio do nosso corpo.

O otorrinolaringologista Ricardo Testa, de São Paulo, explica que esse pequeno órgão pode entrar em colapso por diversos motivos. "Na maioria dos casos, a labirintite está relacionada a diabetes, problemas vasculares, disfunções hormonais e tumores", diz. A boa notícia é que, com o tratamento adequado, dá pra controlar a doença.
Leia mais...
 

Risco de trombose em viagens de avião

E-mail Imprimir PDF
Pode até ser desconfortável, mas fazer longas viagens de avião na classe econômica não mata ninguém. Pelo menos segundo os médicos da ACCP, uma das principais associações de especialistas na área de tórax dos Estados Unidos.

A chamada "síndrome da classe econômica", que culpava o diminuto espaço entre as poltronas pelo aumento de problemas circulatórios, não tem evidência científica, concluíram os profissionais, após revisão da literatura.

Viajar na janela, por outro lado, pode contribuir para esses transtornos, independentemente do valor do bilhete. Isso porque quem senta no canto, com a passagem bloqueada por outros passageiros, tende a se mexer bem menos no trajeto.
Leia mais...
 

Filtro solar pode estimular renovação da pele

E-mail Imprimir PDF
No futebol, estão cada vez mais valorizados os jogadores capazes de jogar bem em mais de uma posição. Na indústria automobilística, foram os carros flex, aptos a rodar com mais de um tipo de combustível. Os celulares viraram smartphones. E na estética, o desafio é criar produtos multifuncionais.

Desde 1998, uma equipe da Universidade de São Paulo em Ribeirão Preto coordenada pela professora Patrícia Maia Campos vem trabalhando no uso de vitaminas e extratos vegetais para melhorar as condições e a aparência da pele envelhecida.

Em 2008, deu início ao desenvolvimento de uma formulação fotoprotetora que além de proteger contra os efeitos nocivos da radiação ultravioleta promete melhorar a textura e a elasticidade da pele, estimular a renovação celular, hidratar e diminuir as rugas.
Leia mais...
 

Mulher volta a falar ao receber mandíbula artificial

E-mail Imprimir PDF
Uma holandesa, que sofria de uma séria infecção na mandíbula, voltou a falar depois de ter recebido com êxito um implante fabricado graças a uma nova tecnologia 3D.

A técnica consiste em desenhar em três dimensões, no computador, a parte do esqueleto doente e "imprimir" o desenho em uma prótese em titânio com suas dimensões exatas.

Esta prótese "sob medida" pode, desta forma, ser implantada no corpo do paciente, reduzindo o tempo da cirurgia para 3 a 4 horas contra as 12 a 20 horas de uma reconstrução clássica, explicou em entrevista coletiva em Hasselt, no nordeste da Bélgica, o doutor Jules Poukens, à frente da equipe belgo-holandesa que fez a cirurgia.
Leia mais...
 

Robô faz remoção de tumor no estômago

E-mail Imprimir PDF
Inspirados pelo famoso prato de Cingapura, o chilli de caranguejo, pesquisadores criaram um robô miniatura com uma pinça e um gancho que pode retirar tumores do estômago no estágio inicial sem deixar cicatrizes.

Montado em um endoscópio, o robô entra no intestino do paciente pela boca. Tem uma pinça que segura os tecidos cancerígenos e um gancho que os corta e coagula o sangue para parar o sangramento.

Com a ajuda de uma câmera minúscula anexada ao endoscópio, o cirurgião vê o que está dentro do intestino e controla os braços robóticos de modo remoto, sentado em frente a uma tela de monitor.

"Nossos movimentos são grandes demais e se você quer fazer movimentos muito delicados, as mãos tremem. Mas os robôs podem executar movimentos muito delicados sem tremer", disse o enterologista Lawrence Ho, que ajudou a projetar o robô.
Leia mais...
 

Pressão arterial deve ser medida nos dois braços

E-mail Imprimir PDF
Medir a pressão dos dois braços não é uma prática comum entre médicos e enfermeiros, mas deveria ser.
Uma revisão de 28 estudos mostra que a diferença de 15 mmHg ou mais entre a pressão sistólica dos dois braços representa um risco 70% maior de morte por doença cardíaca, como infarto. A pesquisa foi publicada na revista médica "Lancet".

A pressão sistólica é a mais alta -em caso de valores normais, a sistólica é 12 e a diastólica, oito. Uma diferença de 15 mmHg poderia significar que, em um braço, a pressão seria de 12 e no outro, 13,5.

A diferença pode indicar doença vascular periférica (endurecimento ou afunilamento das artérias das pernas e dos pés) e risco de doença cardiovascular cerebral, que pode causar demência.

Leia mais...
 


Pagina 8 de 22

Publicidade

Facebook

Publicidade

Banner DL Gráfica

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Enquete

Falhas de memória são comuns, mas alguns sinais mostram se isso pode ou não ser um problema. Você se preocupa quando nota que esqueceu algo?
 

Quem está Online

Nós temos 967 visitantes online