Home
Odontologia


Saiba qual a melhor forma de escovar os dentes

E-mail Imprimir PDF

Quanto tempo você leva para escovar?

Para escovar todas as superfícies dentárias, deve-se levar, no mínimo, quatro minutos. “O que acontece, normalmente, é que deixamos para escovar os dentes na última hora. Então nós queremos fazer sempre muito rápido”, explica José Inácio Toledo Júnior, diretor da Faculdade de Odontologia da PUC. Confira as dicas no vídeo.

 

 

Má higiene bucal ameaça o coração, revela pesquisa

E-mail Imprimir PDF

Um sorriso bem cuidado pode ser sinônimo de coração saudável. Essa relação é pesquisada há mais de 20 anos, mas só agora foi possível medir os efeitos da escovação diária. Um estudo populacional feito na Escócia mostrou uma forte associação entre a pouca frequência da escovação e o aparecimento de doenças cardiovasculares.

As pessoas que escovavam os dentes menos de duas vezes por dia apresentaram 70% mais chances de sofrer infarto do miocárdio, segundo pesquisadores da University College London (UCL), que analisaram o estilo de vida de mais de 11 mil pessoas — monitorando fatores como higiene, hábitos de consumo (como tabagismo) e a prática ou não de exercícios físicos.

A média de idade dos entrevistados era de 50 anos. A análise foi baseada na quantidade de visitas ao dentista, no número de escovações por dia, em detalhes sobre pressão arterial e o histórico de doenças cardíacas nas famílias.

Leia mais...
 

A saúde da boca é também a saúde do corpo

E-mail Imprimir PDF

Entenda como a higienização simples e rotineira pode prevenir muitas doenças perigosas  que atacam o nosso corpo

“A saúde começa pela boca”. Já ouviu essa afirmação antes, certo? A frase simplifica a importância da saúde bucal para o equilíbrio da saúde geral do corpo. A nossa boca possui milhares de bactérias vivas que convivem pacificamente no interior e se multiplicam na superfície dos dentes, língua e gengiva.

“Uma higienização bucal ineficiente pode acarretar em uma desordem na produção dessas bactérias que, consequentemente, dará início ao ataque contra a proteção e estruturas dos dentes e da gengiva. O resultado são as conhecidas doenças bucais, tais como cárie e doenças periodontais”, explica o Dentista-Cirurgião e Diretor-Executivo da Dentalpar, Dr. Armando Rodrigues Filho.

Esta batalha de titãs não se restringe apenas a região da boca. Essas bactérias que causam doenças bucais fazem um verdadeiro intercâmbio por todo nosso corpo, viajando  pela corrente sanguínea e interagindo com todos os órgãos. A região bucal é muito vascularizada, unindo a boca a todo o resto do corpo.

Leia mais...
 

Clareamento dentário exige acompanhamento profissional

E-mail Imprimir PDF

O uso indiscriminado de substâncias branqueadoras pode causar hipersensibilidade, enfraquecimento dos dentes e até danos à gengiva

O clareamento dos dentes, antes privilégio apenas das classes média e alta, começa a se  popularizar, com a diminuição dos custos do tratamento. Atualmente, uma pessoa que acredita estar com os dentes amarelados pode adquirir produtos para clareamento pela internet e até por televendas. 

“O problema é que, embora pareça um procedimento simples, a aplicação incorreta do produto pode causar sensibilidade dolorosa, irritação nas gengivas, prejuízo ao esmalte do dente e ainda deixar a percepção de que as restaurações e próteses ficaram mais escuras, pois os produtos só atuam na substancia dentária e não nos materiais restauradores com aqueles utilizados em restaurações e próteses” – alerta Cássia Gil, diretora da Medial Odonto.
Leia mais...
 

Implante dentário computadorizado

E-mail Imprimir PDF
Um das áreas mais desenvolvidas atualmente na odontologia é a implantodontia. A técnica mais recente permite o implante guiado por computador. Um software foi criado especialmente para interpretar e converter informações fornecidas por uma tomografia computadorizada em uma imagem tridimensional. Antes, o paciente precisava fazer a tomografia completa (todo o corpo), agora, é feita somente da cabeça e pescoço. 

O dentista visualiza, através da tela do computador, toda a estrutura óssea da maxila ou mandíbula e define os pontos para fixação dos implantes. O profissional faz um molde com pequenos furos que servem como guias para determinar o local, a altura e o ângulo correto das peças de titânio que serão inseridas. 

Leia mais...
 


Pagina 1 de 4

Publicidade

Enquete

Falhas de memória são comuns, mas alguns sinais mostram se isso pode ou não ser um problema. Você se preocupa quando nota que esqueceu algo?
 

Quem está Online

Nós temos 79 visitantes online