Ascite - barriga-d'água

Qua, 27 de Janeiro de 2010 08:43
Imprimir

Ascite é a acumulação de líquido na cavidade abdominal. Também é chamada barriga-d'água. A quantidade de líquido pode ser tão pequena que só a descobrimos pela ecografia abdominal ou atingir 25 litros e causar um volumoso aumento do abdómen.

Quais as causas de ascite?

São múltiplas as causas de ascite. A cirrose alcoólica do fígado é entre nós a causa mais frequente de ascite, mas outras doenças do fígado, doenças do coração, do rim, do peritoneu e do pâncreas podem causar ascite.

Como se descobre a causa da ascite ?

O médico tem ao seu dispor várias técnicas para descobrir qual a causa da ascite. A observação do aspecto do líquido ascítico, a sua análise bioquímica e bacteriológica, o estudo dos órgãos (fígado, coração, rim) que podem estar envolvidos são etapas que o médico trilha para chegar à causa da ascite.

Porque é que se acumula líquido na cavidade peritoneal ?

O fígado produz uma proteína, a albumina, que retém a água nos vasos sanguíneos. O fígado com cirrose é incapaz de produzir albumina e esta ao diminuir no sangue permite que a água dos vasos sanguíneos se escape e infiltre os tecidos das pernas causando  edema e se acumule na cavidade abdominal causando ascite (barriga de água).

Muito provavelmente as alterações do fígado levam a uma dilatação dos vasos e a uma diminuição do fluxo renal com consequente retenção de sódio e de líquido. O aumento da tensão no território venoso causado pela cirrose leva à acumulação de líquido na cavidade peritoneal. Mas os mecanismos da formação da ascite são complexos e ainda mal conhecidos.

Qual o tratamento?

Na cirrose alcoólica a abstinência de álcool é da maior importância.

A dieta com pouco sal é essencial, na fase inicial, até que haja uma franca diurese. A ascite pode diminuir rapidamente, em alguns doentes, só com o repouso e restrição de sal.

Geralmente é necessário administrar medicamentos diuréticos. Se a ascite atinge grande volume e se torna incomodativa, é necessário, o internamento no Hospital. Por vezes tem que se extrair líquido (paracentese) para aliviar o incomodo da tensão causada pelo líquido dentro do abdómen. 

Com alguma frequência a resposta aos medicamentos diuréticos é má e, é difícil esvaziar o líquido da cavidade peritoneal. A colocação cirúrgica duma derivação - " shunt " - entre o peritoneu e uma veia é uma técnica pouco utilizada por ter muitas complicações. O transplante do fígado pode ser a solução em alguns casos de cirrose com ascite.