Suspenso teste com latrepirdina para tratar Alzheimer

Imprimir
O grupo farmacêutico americano Pfizer admitiu nesta terça-feira (17) o fracasso de um tratamento contra o mal de Alzheimer. A pesquisa estava na última etapa de testes, um pouco antes do pedido de autorização para a comercialização do remédio.

O Dimebon (nome científico: latrepirdina) não demonstrou eficácia no tratamento de pacientes com formas leves a moderadas da doença quando administrado em combinação com o Aricept (nome científico: donepezil), informou a Pzifer em um comunicado.

O tratamento estava sendo desenvolvido em associação com a empresa de biotecnologia Medivation.
Pfizer e Medivation anunciaram que vão suspender o desenvolvimento do Dimebon em todas as suas indicações.